Juntem-se a nós clicando AQUI!

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Tenzin Palmo, a hermita inglesa

que viveu 12 anos sozinha meditando numa gruta nos Himalaias.


Tenzin Palmo nasceu em 1944 em Londres e tornou-se budista ainda adolescente. Aos 20 anos de idade decidiu ir para a Índia aprofundar seu caminho espiritual. Foi lá que conheceu Khamtrul Rinpoche VIII e tornou-se uma das primeiras monjas budistas ocidentais. Depois de passar 6 anos na comunidade de Khamtrul Rinpoche foi para o vale do Lahaul nos Himalaias, onde viveu durante vários anos num pequeno mosteiro, mantendo-se em retiro durante os longos meses de Inverno. Foi então que, procurando maior reclusão para intensificar sua prática espiritual, encontrou uma gruta nas proximidades, onde viveu durante os 12 anos seguintes, passando os últimos 3 em estrito retiro.

Mas a estória dela não acaba aqui. Se quiserem saber mais podem ler o livro Cave in the snow, de Vicki Mackenzie, ou clicar aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário